Connect with us

Futebol

Em Clássico das Emoções de 4 gols, Náutico e Santa empatam

Foto: Léo Lemos / CNC

Em um jogo que fez jus ao nome de Clássico das Emoções, Náutico e Santa Cruz acabaram empatando por 2 a 2, neste sábado (9), nos Aflitos, em jogo válido pela 4a rodada da Copa do Nordeste.

Os gols da partida foram marcados por Pipico (2x) para o Santa Cruz, enquanto Jorge Henrique e Vitão (contra) fizeram para o Náutico.

O jogo:

Um primeiro tempo que teve emoção logo aos 4 minutos, com Marcos Martins cruzando e Elias, por pouco não alcança na marca do pênalti. Mas três minutos depois, o Santa Cruz não desperdiçou. Lançado por Elias, Allan Dias avançou pela esquerda e cruzou rasteiro na área. O zagueiro Suéliton não alcançou, Pipico dominou, tirou o zagueiro e bateu de esquerda para fazer 1 a 0, aos sete minutos.

Atrás do placar, o Náutico teve boa chance, aos 18 minutos. Jorge Henrique entrou na diagonal e chutou duas vezes para Ricardo Ernesto salvar mandando para escanteio. Recuperado do golpe do primeiro gol, o Timbu acabou empatando, 27 minutos, numa assistência de Wallace Pernambucano para Jorge Henrique, de cabeça, mandar entre as pernas de Ricardo Ernesto e fazer 1 a 1. Mais agudos, a partir do empate, os alvirrubros poderiam ter virado o jogo, mas Vitão salvou na pequena área um cruzamento de Luiz Henrique, depois do meia driblar dois marcadores corais.

O começo do segundo tempo foi parecido com o do primeiro, pois aos cinco minutos, Elias infiltrou bem pela esquerda da área alvirrubra e bateu de esquerda. Bem posicionado, Pipico só teve o trabalho de empurrar para as redes, sem goleiro: 2×1. E a Cobra Coral poderia ter feito o terceiro, aos 11 minutos, depois de Allan Dias arrematar da entrada da área e o goleiro Bruno defender evitando o 3×1 tricolor. Numa proposta clara de marcar e sair nos contra-ataques, o Santa Cruz acabou sofrendo o empate, aos 23 minutos. Atuando como lateral (após saida de André Krobel), Luiz Henrique chegou bem ao lado da área coral e cruzou. O atacante Robinho não alcançou, mas o zagueiro Vitão acabou mandando contra as próprias redes, de cabeça, e deixando tudo igual: 2 a 2. Dois minutos depois, numa triangulação ofensiva, Fábio mandou ora área, o lateral Marcos Martins tentou tirar e mandou em cima de Robinho. Por capricho, a bola passei raspando a trave esquerda do goleiro Ricardo Ernesto. Apoiado pela torcida, o Náutico continuou buscando a virada, enquanto os tricolores se cuidavam na marcação e, assim, mas o 2 a 2 acabou seguindo, até o final do Clássico das Emoções.

Ficha do jogo:

Náutico: Bruno; André Krobel (Fábio Matos), Diego Silva, Sueliton e Gabriel Araújo; Jiménez, Luiz Henrique e Lucas Paraíba; Jorge Henrique (Tiago), Robinho e Wallace Pernambucano. Técnico: Márcio Goiano

Santa Cruz: Ricardo Ernesto; Marcos Martins, Vitão, Danny Morais e Bruno Ré; Charles (Eduardo), Diego Lorenzi e Allan Dias; Jô (Augusto), Elias (Jeremias) e Pipico: Técnico: Leston Júnior

Local: Aflitos
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA). Assistentes: Marcos Welb Rocha de Amorim (BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA).
Gols: Pipico (7′ 1ºT e 5′ 2°T); Jorge Henrique (26′ 1ºT); Vitão (contra, aos 22′ 2ºT)
Cartões amarelos: Robinho, Sueliton, Wallace Pernambucano (NÁU); Jô, Augusto, Charles, Marcos Martins (STA)
Público: 6.017 Renda: R$ 117.544,00

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Veja Mais

Mais em Futebol