Connect with us

Copa do Mundo

França vence a Croácia (4×2) e conquista o bi mundial na Rússia

Foto: Frank Fife / AFP

A França é a mais nova bicampeã do Mundo, após vencer a Croácia por 4 a 2 na Final da Copa da Rússia, neste domingo (15), no estádio Lujniki em Moscou.

Os Azuis, agora, se juntam aos uruguaios e argentinos dividindo a terceira colocação na seleta Galeria dos Oito Campeões do Mundo, atrás da Alemanha e Itália (segundo, com quatro Copas cada) e Brasil (primeiro, com cinco Copas).

A partida começou com os croatas melhores e indo pra cima da França que, a exemplo de outros jogos nesta Copa, procurou atuar de forma reativa. A Croácia teve mais posse de bola, porém foram os franceses que abriram o placar, numa infelicidade de Mandzukic, fazendo contra – de cabeça -, numa cobrança de falta duvidosa em cima de Griezmann, aos 18 minutos do primeiro tempo.

Sem mudar a maneira de jogar e, atrás no marcador, a Croácia continuou buscando o gol e conseguiu, aos 27, num belo chute cruzado de Perisic, após uma sobra na área francesa: 1 a 1.

Os franceses continuaram de forma burocrática, mas 37, o VAR entrou em cena e o árbitro Néstor Pitana, após consultar as imagens, anotou o pênalti no toque de mão de Perisic na área. Griezmann não desperdiçou: França 2 a 1.

À frente do placar, na volta para o segundo tempo, a França continuou bem postada defensivamente e à espera dos espaços no campo croata, nos contra-ataques. Deu certo: aos 13, Pogba recebeu de Griezmann e bateu chapado no lado direito de Subasic: 3 a 1.

Sem alternativa, a não ser continuar atacando em busca do seu segundo gol, para tentar um empate, a Croácia acabou sofrendo novo revés, com Mbappé anotando o quarto gol, num chute de fora da área, aos 19 minutos: 4 a 1.

Com a vitória praticamente garantida, a França não forçou em busca do quinto, pelo contrário, o goleiro Lloris falhou feio tentando driblar Mandzukic e o atacante croata acabou tocando para diminuir: 4 a 2, aos 23 minutos.

Embora o gol tenha dado ânimo à Croácia, a França voltou a se posicionar de forma defensiva e o técnico Deschamps fez mudanças para dar mais consistência na marcação.

A bravura da Croácia, após disputar três prorrogações, foi vista até o final, mas não foi suficiente para que conseguisse marcar mais dois gols e tentar a sorte, numa possível quarta prorrogação, nesta Copa.

Independente de não dar espetáculo nos seus jogos, a França jogou o suficiente – à sua maneira – para alcançar seu segundo título Mundial, após 20 anos.

FICHA TÉCNICA:

FRANÇA
Lloris; Pavard, Varane, Umtiti e Lucas Hernández; Kanté (N’Zonzi) e Pogba; Mbappé, Griezmann e Matuidi (Tolisso); Giroud (Fekir).
Técnico: Didier Deschamps.

CROÁCIA
Subasic; Vrsaljko, Lovren, Vida e Strinic (Pjaca); Rakitic e Brozovic; Rebic (Kramaric), Modric e Perisic; Mandzukic.
Técnico: Zlatko Dalic.

Árbitro: Néstor Pitana (Argentina)
Assistentes: Hernan Pablo Maidana e Juan Pablo Belatti (Argentina)
Cartões Amarelos: Kanté e Hernández (França)
Gols: FRANÇA: Mandzukic (contra),  Griezmann, 37 1ºT; Pogba, 13 2ºT e Mbappé, 19 2ºT.
CROÁCIA: Perisic, 27’ 1ºT e Mandzukic, 23’ 2ºT

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Veja Mais

Mais em Copa do Mundo